• Luís Fernando Oliveira

São José, patrono da Igreja

Ao celebrarmos a Solenidade de São José, Esposo da Bem-Aventurada Virgem Maria, Padroeiro da Igreja Universal, fazemos uma pausa no tempo quaresmal, para exaltar a virtude da humildade neste tempo de jejum, oração, abstinência de carne, conversão e mudança de vida para celebrarmos jubilosos a Páscoa do Senhor.



Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist. - Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ


Celebramos a Festa de São José no dia 19 de março, o “Patrono universal da Igreja” e pai adotivo de Jesus. São José era justo e Santo e não querendo denunciar Maria, resolve abandoná-la em segredo. Ele era fiel a Lei da Torah, e não queria em hipótese alguma feri-la.São José era noivo de Maria e quando descobre que ela estava grávida, fica transtornado sem saber o que fazer, porque era inimaginável pensar que uma mulher poderia ficar grávida por obra do Divino Espírito Santo e que essa Mulher pudesse ainda ser sua esposa.


A lei judaica da época dizia que um ato de adultério deveria ser denunciado e que tal mulher fosse apedrejada em praça pública. Por isso, ele quis poupar Maria de passar por isso e como ele era fiel a Lei resolve abandoná-la em segredo. Mas ele tem um sonho com o Arcanjo Gabriel, o portador da Boa Nova a Maria que lhe comunica que o filho que Maria espera é o “Filho de Deus” e que ele deveria voltar e acolher consigo Maria e o Menino.O Arcanjo também, deu outro aviso a José, em sonho. Com efeito, o anjo avisou a José que Herodes queria matar o menino Jesus e mandou-o pegar o menino e sua mãe e fugir para o Egito com eles. José obedeceu. Assim, a Sagrada Família foi para o Egito e viveram lá durante quatro anos. Após este tempo, o anjo avisou novamente a José em sonhos, dizendo que eles poderiam voltar para Nazaré porque Herodes tinha morrido. José obedeceu e levou a Sagrada Família novamente para Israel.


A Sagrada Família tinha uma vida simples, São José era o chefe da casa, trabalhador e um excelente Pai. Com certeza passou a Jesus muito do ofício de carpinteiro e lhe ensinou muito sobre a vida. Com esforço e dedicação José conseguia sustentar a sua casa. É claro que também passavam por dificuldades como muitas de nossas famílias, tinham seus momentos de dificuldades, mas o amor superava todos esses momentos.


Por isso, a Sagrada família deve ser um exemplo para nós, de oração, amor e fidelidade a Lei de Deus.Tinham seus momentos de oração juntos, a Sagrada Família era uma família que rezava. Por isso nossas famílias devem se espelhar na serenidade, na santidade e na confiança absoluta na misericórdia e na vontade de Deus. A oração sempre foi o centro da vida da Sagrada Família e deve ser o centro da nossa vida. Iam ao templo para rezar, como podemos observar aquela passagem em que Jesus se perde no meio da caravana aos doze anos de idade e Maria e José ficam a sua procura. Eles haviam subido ao Templo para rezar, na festa da Páscoa.


O Menino Jesus estava junto aos Doutores da Lei, discutindo as Escrituras Sagradas. Apesar da resposta que Jesus dá “Tinha que cuidar das coisas de seu Pai”, ele fica com eles e lhe é obediente em tudo. Maria guardava e conservava tudo em seu coração. Após essa passagem não se tem mais relato sobre José na Sagrada Escritura, tudo indica que ele morreu antes de Jesus iniciar sua vida pública. Mas com certeza ele deixou um legado para Jesus, e mesmo sabendo de sua missão tratava José como seu Pai.São José teve papel importantíssimo na formação de Jesus enquanto pessoa humana. Claro, Jesus é o Filho de Deus. Porém, se analisarmos o comportamento de Jesus do ponto de vista humano, veremos que Jesus foi um menino e um homem que teve um pai presente, piedoso e influente.


Um pai que ensinou ao Filho o caminho da justiça, da verdade, do amor e do conhecimento da Palavra de Deus. Não é à toa que São José é chamado de “Justo” nos Evangelhos.São José é invocado também como o padroeiro dos carpinteiros. Na arte cristã ele é representado tendo um lírio na mão, representando a vitória dos santos. Algumas vezes ele aparece também com o Menino Jesus ou nos braços, ou ensinando a Ele a profissão de carpinteiro. Devemos sempre ter conosco a imagem de São José, e tentar pôr em prática na nossa vida as suas virtudes. Toda Igreja deveria ter presente a imagem de São José para que todos fiéis pudessem lembrar da importância desse grande Santo, que contribuiu para que a história da nossa salvação acontecesse. Primeiro acolhendo o plano de Deus em sua vida e depois ensinando as virtudes da Lei a Jesus e sendo um exemplo de família para nós.


O Papa Francisco tem uma bela devoção a São José dormindo, justamente quando o Senhor lhe revela os grandes segredos de sua missão. Nesse dia de São José o nosso Papa Francisco comemora o 7º ano do início de seu ministério como Pastor Supremo da Igreja. Ele conta com nossas orações.Ao celebrarmos a Solenidade de São José, Esposo da Bem-Aventurada Virgem Maria, Padroeiro da Igreja Universal, fazemos uma pausa no tempo quaresmal, para exaltar a virtude da humildade neste tempo de jejum, oração, abstinência de carne, conversão e mudança de vida para celebrarmos jubilosos a Páscoa do Senhor. Deus sempre se serviu de homens humildes, como São José. A ele foi dada a missão de ser o pai adotivo do Menino Deus.


São José nos ensina uma virtude que o Papa Francisco pede muito neste tempo quaresmal: o silêncio. Nós que vivemos nestes difíceis tempos em nosso mundo, o silêncio e a vida em família nos marca nessa responsabilidade com o irmão para que logo vejamos vencida essa atual pandemia. Silente, São José, pode contemplar o Sumo Bem de perto e a encarnação do Filho de Deus. São José reconheceu que Deus se fez presente na vida dos humildes e neles realizou o seu plano de amor ao próximo e de vida doada em favor de todos os que reconhecem o Senhor Jesus como Salvador da Humanidade.


São José é o modelo para nós de quem acolheu a vontade de Deus sem questionar, com espírito de abertura e de obediência. Vamos imitá-lo no seguimento amoroso do Senhor!Uma palavra especial neste dia quero dirigir à Comunidade do Seminário Arquidiocesano São José do Rio de Janeiro: que o exemplo, a disponibilidade e a santidade de São José iluminem os formadores e os formandos e que sempre, na vida do Seminário, a pureza que é simbolizada a vida de São José segurando o lírio brilhe em todos os membros desta grande família a luz bendita da santidade, do doce serviço e da doação em favor da construção de uma vida cristã autêntica e generosa! Coloco nas mãos de São José tantas vocações que Deus proporciona para o serviço eclesial em nossa Arquidiocese. Temos a missão de rezar por todos: formadores e formandos.Deus abençoe todos aqueles que tem o nome de “José”, e que nesse dia celebram o seu onomástico, ou seja, celebram o seu nome de batismo com o nome do Santo.


Que a exemplo deste Santo possam ser sinais de Deus em suas famílias e imitar suas virtudes.Por intercessão de São José que o Senhor abençoe as nossas colheitas, plantações, sobretudo no Nordeste, que quando chove no dia de São José quer dizer que a colheita vai ser boa o ano inteiro. Que possamos colher bons frutos durante esse ano.Portanto, celebremos o dia de São José pedindo que ele interceda por nós e pela igreja e coloquemos a nossa família em oração, para que a exemplo da Sagrada Família cresçamos no amor e fidelidade a Lei.


Fonte: Vatican News

0 visualização

© 2023 por Nome do Site. Orgulhosamente criado com Wix.com

telefones

Tel. (34) 3312-5271

(34) 3312-9298

Cel. 99676-0458

  • Instagran da Metropolitana
  • Facebook Social Icon

VISIte-nos

A Rádio Metropolitana está situada à Alameda Dona Leopoldina, 25 - Bairro Mercês.

Uberaba - MG - Brasil.

Horário de Funcionamento:

De 2ª a 6ª, das 7h às 12h e 14h às 18h. Aos sábados, das 8h às 12h.

https://www.radiometropolitana.org.br

-  2019 -

Produzido por Publica na Rede (34) 9.9927-6275